Quais móveis são realmente necessários? Quais as cores perfeitas? Essas e outras dúvidas solucionadas por especialistas para você montar o quartinho do bebê.                  

A gestante deve começar a planejar o quarto do bebê quando estiver com aproximadamente 20 semanas – pois já tem certeza do sexo do bebê –, para que tudo esteja pronto até a 36ª semana de gestação sem sustos, uma vez que os prazos de entrega variam em torno de 30 a 60 dias.

Basicamente a mamãe precisará ter no quarto o berço, a cômoda e uma boa cadeira para amamentar confortavelmente. Para aquelas que possuem mais espaço, uma cama auxiliar é recomendável para uma babá ou para as noites em que desejarem dormir com o nenê.

Quarto de bebê
Quarto de bebê

Os itens segurança e higiene são primordiais, desde a escolha do berço – cuja distância entre as grades e o tipo de pintura devem ser verificados –, a distribuição dos móveis, evitando que alcancem janelas ou batam em quinas perigosas, a escolha do piso de fácil manutenção sem acúmulo de pó, assim como cortinas mais leves e enxovais com recheios antiácaro, antimofo e antialérgicos.

Dentro do possível, o ambiente deve ser o mais arejado, iluminado e silencioso da casa. Nem sempre dá para lhe oferecer tudo no mesmo lugar, mas o bebê terá, com certeza, um início de vida mais tranquilo se tiver um cantinho só para si. Afinal, durante os seus primeiros meses de vida ele precisa ter um ambiente sereno e sadio para crescer e se desenvolver. O berço, item prioritário, deve ser seguro.

Veja algumas dicas:

Como planejar o quarto do bebê
Como planejar o quarto do bebê

Dicas

1. Na cômoda, geralmente, cabe tudo, porém, se optar por armário no quarto, ele deve ter portas que impeçam o acumulo de pó. Evite muitos enfeites e bichos de pelúcia, eles são lindos, mas juntam pó e sujeira, o que é prejudicial à saúde do seu filho. Mesmo que ele não seja alérgico à poeira doméstica, recomenda-se um piso de superfície lisa, fácil de limpar. Pelo mesmo motivo não é aconselhável o uso de forrações e tapetes

.2. As cores da decoração têm papel muito importante, pois além de criar estímulos, como calma ou agitação, alegram qualquer ambiente, mas, em quartos pequenos, indicamos preferencialmente as tonalidades claras ou a pintura de meia parede; sempre na parte superior, para ampliar o espaço.

3. No enxoval e nos móveis, abuse do branco, deixando os tons para os detalhes, assim o quarto parecerá mais espaçoso e clean. O excesso de informações nas paredes ou nos enxovais tendem a poluir o espaço e enjoam facilmente, por isso recomendamos o uso de temas em quadrinhos e almofadas decorativas.

4. Para quartos pequenos, utilize somente a quantidade de móveis necessária, ou opte por aqueles que acumulam funções, não abrindo mão do conforto e da beleza, e reserve sempre um bom espaço para a criança circular e brincar.

5. O investimento para o quarto do bebê varia bastante, e o projeto pode ser elaborado a partir da verba que o casal definir .

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here