Pegando onda na conscientização ambiental, que tal ensinar seu filho a plantar aquilo que come? Ervas e temperos frescos deixam tudo muito mais saboroso e ainda mostram a delícia que é ter (e cuidar) de uma horta em casa.

Horta em casa
Horta em casa

O local

A melhor escolha é um local em que bata bastante sol e não haja muito vento. Se quiser, você também pode proteger as plantas com vidro, cerca de bambu ou estufa. Você pode também criar plantas na varanda do apartamento.

A terra

Para o plantio de temperos, como manjericão, salsinha, cebolinha, coentro, alecrim etc., deve-se usar terra com esterco de vaca ou húmus de minhoca acrescida de terra com torta de mamona ou farelo de osso.

O espaço entre as mudas

Não se podem colocar muitas espécies em um mesmo vaso, pois uma pode prejudicar o desenvolvimento da outra. Além disso, é preciso saber as combinações que funcionam, ou seja, quais plantas têm as mesmas características e exigências nutricionais de água e solo. No caso de jardineiras, opte por espécies que não necessitam de grandes profundidades.

Quais espécies cultivar

Depende do espaço disponível. Geralmente, em apartamentos, os que vão melhor são os temperos. Contudo, se a família for cuidadosa, é possível cultivar rúcula e alface. Já em casas, onde é possível fazer canteiros no chão, dá para plantar desde folhosas (almeirão, rúcula, alface, agrião, couve-manteiga etc.) até legumes (cenoura, beterraba, brócolis e tomate).

A manutenção

A rega é um dos grandes problemas do manejo das hortinhas. As pessoas costumam pecar muito mais por excesso do que pela falta de água. Mas infelizmente não existe uma regra.  O melhor a fazer para identificar se está na hora de regar é colocar o dedo no solo para sentir se ele está encharcado ou não.

Se estiver, deixe a rega para outro dia.

Manutenção de Horta
Manutenção de Horta

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here